MENU

Poem

Augusto dos Anjos - Soneto - O sonho, a crença e o amor

O sonho, a crença e o amor, sendo a risonha 
Santíssima Trindade da Ventura 
Pode ser venturosa a criatura 
Que não crê, que não ama e que não sonha?! 


Augusto dos Anjos - Soneto - O sonho, a crença e o amor - Poem

O sonho, a crença e o amor, sendo a risonha 
Santíssima Trindade da Ventura 
Pode ser venturosa a criatura 
Que não crê, que não ama e que não sonha?! 

Pois a alma acostumada a ser tristonha 
Pode achar por acaso ou porventura 
Felicidade numa sepultura, 
Contentamento numa dor medonha?! 

Há muito tempo, o sonho, do meu seio 
Partiu num célere arrebatamento 
De minha crença arrebentando a grade 

Pois se eu não amo e se também não creio 
De onde me vem este contentamento, 
De onde me vem esta felicidade?! 



More by SANDERLEY

TRENDS - SONG LYRICS
Radar by Sanderlei
Everything in the musical world / Tudo que rola no mundo musical / ทุกอย่างในโลกดนตรี / Все в музыкальном мире / 音楽界のすべて.

Just Go - Viagem Volta ao Mundo
#JustGo - Sanderlei Silveira