MENU

PDF Download

Teogonia - Hesíodo

Este livro se compõe da tradução integral da Teogonia de Hesíodo, e do ensaio em que este poema é estudado como um documento do pensamento religioso grego, sob quatro aspectos interligados, a saber:1) A noção mítica da linguagem como manifestação divina. As Deusas Musas, filhas de Zeus e de Mnemosýne (´Memória´), manifestam-se no canto e na dança e em forma de canto e dança.Elas constituem o fundamento transcendente dos cantos e, ao mesmo tempo, a garantia divina da verdade que nesses cantos se revela.2) A noção mítica da verdade como ´revelações´. A epifania das Musas e Hesíodo coloca em termos míticos o problema lógico e ontológico da verdade. 3) A noção mítica do tempo como temporalidade da Presença divina.4) A noção mítica do mundo como um conjunto único, uno e múltiplo de teofanias.



Teogonia - Hesíodo - PDF Download

Este livro se compõe da tradução integral da Teogonia de Hesíodo, e do ensaio em que este poema é estudado como um documento do pensamento religioso grego, sob quatro aspectos interligados, a saber:1) A noção mítica da linguagem como manifestação divina. As Deusas Musas, filhas de Zeus e de Mnemosýne (´Memória´), manifestam-se no canto e na dança e em forma de canto e dança.Elas constituem o fundamento transcendente dos cantos e, ao mesmo tempo, a garantia divina da verdade que nesses cantos se revela.2) A noção mítica da verdade como ´revelações´. A epifania das Musas e Hesíodo coloca em termos míticos o problema lógico e ontológico da verdade. 3) A noção mítica do tempo como temporalidade da Presença divina.4) A noção mítica do mundo como um conjunto único, uno e múltiplo de teofanias.

Descrição do livro



Este livro se compõe da tradução integral da Teogonia de Hesíodo, e do ensaio em que este poema é estudado como um documento do pensamento religioso grego, sob quatro aspectos interligados, a saber:1) A noção mítica da linguagem como manifestação divina. As Deusas Musas, filhas de Zeus e de Mnemosýne (´Memória´), manifestam-se no canto e na dança e em forma de canto e dança.Elas constituem o fundamento transcendente dos cantos e, ao mesmo tempo, a garantia divina da verdade que nesses cantos se revela.2) A noção mítica da verdade como ´revelações´. A epifania das Musas e Hesíodo coloca em termos míticos o problema lógico e ontológico da verdade. 3) A noção mítica do tempo como temporalidade da Presença divina.4) A noção mítica do mundo como um conjunto único, uno e múltiplo de teofanias.

Esta tradução, em versos livres , busca reproduzir não só a riqueza poética, mas ainda as noções e o movimento próprios do pensamento grego arcaico.

Sobre o Autor:



Hesíodo foi um poeta oral grego da Antiguidade, geralmente tido como tendo estado em atividade entre 750 e 650 a.C., por volta do mesmo período que Homero.[1][2] Sua poesia é a primeira feita na Europa na qual o poeta vê a si mesmo como um tópico, um indivíduo com um papel distinto a desempenhar.[3] Autores antigos creditavam a ele e a Homero a instituição dos costumes religiosos gregos,[4] e os acadêmicos modernos referem-se a ele como uma das principais fontes para a religião grega, as técnicas agriculturais, o pensamento econômico (chegou a ser referido, por vezes, como o primeiro economista), a astronomia grega arcaica e o estudo do tempo.

Hesíodo utilizou diversos estilos do verso tradicional, incluindo a poesia gnômica, hínica, genealógica e narrativa, porém não foi capaz de dominar todas com a mesma fluência; as comparações com Homero costumam lhe ser desfavoráveis. Nas palavra de um estudioso moderno de sua obra, "é como se um artesão, com seus dedos grandes e desajeitados, estivesse imitando, paciente e fascinadamente, a costura delicada de um alfaiate profissional."

Os deuses mitológicos da antiga Grécia



Com a Teogonia, o poeta Hesíodo estabeleceu uma ordem cronológica e hierárquica entre os deuses e demais entes metafísicos que preenchiam o imaginário grego. Entre os seres fantásticos que estão na Teogonia de Hesíodo, há o que mais se destacam. São eles:

•Gaia: Divindade que representa a Terra. Gaia gerou Urano (o Céu) sozinha. Dessa relação entre Gaia e Urano surgiram os doze Titãs, sendo o mais novo deles conhecido como Cronos.





•Nix: É a deusa que representa a personificação da noite. Nix é filha do Caos (o ser primordial), irmã mais velha de Gaia. Nix possui dons proféticos e ela é temida até pelos deuses mais poderosos. Além disso, Nix é a divindade que gerou sozinha Moros (o Destino), Tânatos (a Morte), Hipnos (o Sono), entre outras entidades metafísicas.

•Eros: Na versão da Teogonia de Hesíodo, o deus Eros (que personifica a força atrativa e universal do amor) é filho do Caos. Eros, entre os romanos, é chamado de Cupido.

•Afrodite: Deusa do amor, da beleza e do sexo. Afrodite surgiu quando os órgãos genitais de Urano foram cortados por Cronos e jogados no mar. Da espuma gerada por eles nasceu a deusa. Afrodite também é citada na Ilíada de Homero. Essa deusa era conhecida pelos romanos pela alcunha de Vênus.

•Cronos: Um dos doze Titãs. Cronos casou-se com a própria irmã chamada Reia. O casal teve seis filhos e três filhas. As meninas eram Deméter, Héstia e Hera, já os três filhos eram Hades (deus do mundo subterrâneo), Poseidon (deus dos mares e possuidor de um tridente) e Zeus, o mais poderoso da hierarquia e possuidor dos raios das tempestades.

•Reia: Irmã e esposa de Cronos, Reia é considerada a deusa da fertilidade, pois é a mãe de vários deuses. A partir do momento em que o marido passou a assassinar os próprios filhos temendo que eles os retirassem do trono. Reia teve tempo de proteger o mais novo, Zeus.

•Zeus: Foi o deus que sobreviveu ao ato furioso do pai Cronos. Mais tarde Zeus trouxe os seus irmãos de volta para a vida, destronou o seu pai e se tornou o mais importante deus do panteão grego.

Teogonia - Hesíodo - PDF Download






More by SANDERLEY

TRENDS - SONG LYRICS
Radar by Sanderlei
Everything in the musical world / Tudo que rola no mundo musical / ทุกอย่างในโลกดนตรี / Все в музыкальном мире / 音楽界のすべて.

Just Go - Viagem Volta ao Mundo
#JustGo - Sanderlei Silveira